A importância de um Sistema de Proteção Coletiva


24/11/2016 - Pashal

A construção civil, vez ou outra, é acometida por acidentes de trabalho. Para que não haja uma recorrência desse tipo de imprevisto é necessário que no canteiro de obra seja utilizado um sistema de proteção coletiva, ou seja, equipamentos que garantam a segurança e a confiabilidade necessária para que os trabalhadores possam desempenhar suas funções sem correr algum risco de se machucar. Esse tipo de sistema é formado por diversos dispositivos que preservam tanto a integridade física quanto a saúde do trabalhador e de terceiros. Para que isso seja garantido é necessário que sejam utilizados insumos e materiais de altíssima qualidade e de estrema diferenciação.

Porque usar o sistema de proteção coletiva

O sistema de proteção coletiva é de fundamental importância na construção. Dentre tantos os porquês, os principais motivos para utiliza-los são:

Minimizar as perdas e fazer com que a produtividade da empresa aumente por causa da melhoria nas condições de trabalho; Evitar que acidentes que envolvam os trabalhadores e demais pessoas que possam estar presentes no local de trabalho aconteçam; Reduzir ou neutralizar os riscos que antigamente eram comuns em certos locais de trabalho.

Exemplos desse sistema

Existem vários tipos de equipamentos e dispositivos destinado a proteção coletiva dos trabalhadores. Alguns deles são:

  • Proteção contra ruídos e vibrações;
  • Proteção de circuitos e de equipamentos elétricos;
  • Sistemas de exaustão e ventilação;
  • Sensores de presença;
  • Barreiras que impeçam a luminosidade intensa e descargas atmosféricas;
  • Sinalização de segurança;
  • Capelas químicas;
  • Corrimão de escadas;
Proteção de partes moveis de equipamentos e máquinas.

O que acontece quando as empresas não utilizam esse sistema

Está previsto na legislação brasileiras que as empresas devem utilizar o sistema de proteção coletiva. Caso elas não cumpram o que está previsto nas normas regulamentadoras elas podem ser multadas e sofrer penalidades. Se acontecer algum acidente elas podem ser responsabilizadas por nexo de causalidade.

Para que isso não aconteça os funcionários que trabalham em uma empresa que não fazem uso desses dispositivos e equipamentos podem denuncia-las ao Ministério do Trabalho ou ao sindicato de sua categoria em âmbito externo. Já no interno a denúncia pode ser feita junto ao CIPA e ao SESMT.

A importância de um Sistema de Proteção Coletiva