Gerenciamento de obras é tão importante quanto a produção


11/07/2018 -

Planejar para depois executar é uma das premissas dos profissionais envolvidos na área da construção civil. Entretanto, por mais que esse plano seja feito de forma qualificada, colocá-lo em prática requer um gerenciamento. Nos canteiros de obras esse gerenciamento é tão importante que, quando deixado de lado, pode resultar em atrasos e até em aumento do custo total.

Mas, como fazer com que o gerenciamento de obras seja eficiente, uma vez que diversos imprevistos podem fazer com que o cronograma saia totalmente de controle?

A importância do gerenciamento de obras

Basicamente, gerenciar uma obra significa, conduzir todas as etapas da construção ou da reforma. Com isso, é necessário identificar o que será feito/construído, os materiais que serão utilizados, identificar os fornecedores, prever prazos de entrega dos insumos, contratar mão de obra, analisar a qualidade do serviço feito, entre tantas outras demandas.

Gerenciar a obra de forma efetiva e produtiva é executar todos os passos mencionados de forma efetiva, para garantir que o processo de construção ou de reforma será seguido à risca por todas as partes envolvidas.

O papel do gestor de obras – entende-se por gestor engenheiro, empreiteiro, arquiteto e demais profissionais da área de construção civil — é garantir que a construção ou a reforma, seja entregue, respeitando prazos e os gastos previstos.

Saiba que um gerenciamento descuidado pode reduzir a produtividade da equipe envolvida na obra, desperdício de material e outros problemas que são vistos diariamente pelas equipes que estão em um canteiro de obra.

Algumas características desejáveis em um bom gerente de obra são:

  • Saber os custos;
  • Saber dos contratos dos funcionários e prazos;
  • Ser organizado;
  • Entender da gestão de pessoas.

O gerenciamento pode ser feito de duas formas:

  • Gerenciamento total: Nesse modo todas as obrigações ficam com apenas um responsável, sendo ele um escritório, uma empreiteira ou afins.
  • Gestão parcial: Nesse tipo, as responsabilidades são divididas entre o arquiteto e o cliente.

Fazer a gestão de obras não é importante apenas em construções de edifícios, mas também em reformas de casas, condomínios, empreendimentos, e etc.

Durante uma reforma, por exemplo, é importante planejar bem o que será feito e saber distribuir a verba disponível do projeto mapeado.

O orçamento de qualquer reforma, sendo de pequeno porte até as mais complexas, deve ser detalhado com o valor de todos os itens que serão utilizados.

Etapas de planejamento para obras de construção

Agora que você já entendeu a importância dessa etapa nas obras, vamos mostrar quais as ações de um bom planejamento:

Planejamento da obra

O primeiro passo é fazer um estudo visando organizar o projeto, após isso, iniciar o planejamento.

O planejamento é uma visão geral da construção que será realizada. Nele deve conter todas etapas, os custos, materiais adquiridos e pagamentos dos envolvidos. Vale salientar que, todos esses dados devem estar documentados.

Programar custo com serviços

Para que a obra não atrase é importante que haja programação da compra dos materiais.

O planejamento bem feito consiste que o gestor trabalhe com a programação dos itens de forma adiantada, estando um passo à frente e prevendo possíveis atrasos de entrega, comuns no segmento.

Gerenciamento da logística e de operação da construção

Essa parte deve ser uma das iniciais no processo de gerenciamento. Nesta etapa deve ser feita a análise do canteiro de obras, dos materiais que estão no local, do fluxo de pessoas entre outros aspectos.

Desse modo, fica fácil de notar o que pode facilitar no processo de construção ou de reformae o que pode causar problemas.

Acompanhar as atividades

Acompanhar e fazer o controle das atividades, também faz parte do planejamento de obras. É necessário determinar processos de avaliação dos serviços que estão sendo executados, achar formas de evitar futuras falhas, em resumo, acompanhar de perto tudo o que está acontecendo.

Correção no planejamento

Executar a obra acompanhando o planejamento ajuda a evitar possíveis erros, que passaram despercebidos durante o planejamento.

Investir em um bom planejamento de obras traz muitos benefícios, sendo que alguns são:

  • Evita imprevistos;
  • Permite uma avaliação precisa das etapas da obra;
  • Reduz os danos causados por imprevistos;
  • Evita atrasos;
  • Evita desperdícios de materiais;
  • Previne contra gastos não planejados;
  • Tornam o produto final, em média, até 6% mais barato.

Outro ponto importante é que, saber planejar a obra, otimiza o tempo de execução sem diminuir a qualidade do que será entregue.

Graças ao planejamento, o tempo gasto em cada etapa pode ser medido com precisão.

Você percebeu o quanto é importante planejar uma obra antes da execução. Este processo, que muitas vezes parece secundário, evita muita dor de cabeça no futuro e tornar o canteiro de obras mais produtivo, sempre aliado aos produtos de qualidade oferecidos pela Pashal, conheça.

Gerenciamento de obras é tão importante quanto a produção