Novas Tecnologias Empregadas na Construção


08/04/2019 -

O segmento de construção civil está constantemente desenvolvendo e empregando novas tecnologias que permitem reduzir os custos da obra, aumentar a eficiência do processo e reduzir o tempo para conclusão do empreendimento. Nesse cenário, as formas e escoramentos ganham grande relevância.

A tecnologia empregada em formas na construção tem permitido aumentar a eficiência do processo construtivo, elevando a produtividade da equipe ao mesmo tempo em que reduz os custos da obra por poder ser alugada e reaproveitada diversas vezes. Saiba mais a seguir!

O que são formas?

As formas são recursos usados na construção civil que garantem a moldura dos elementos de concreto, o que influencia a qualidade da estrutura. Elas são caixas instaladas na obra que colaboram para a geometria da concretagem, pois, retém o concreto ainda fresco para secar no formato adequado.

As formas podem ser de diferentes materiais, como madeira, aço, plástico, alumínio e papelão. Entre as funções atendidas por esse equipamento da construção destacam-se:

· Manutenção da geometria das estruturas;

· Manter o alinhamento e posição das peças estruturais;

· Suportar o concreto fresco até que ele adquira resistência;

· Possibilitar aspectos diferentes às superfícies, como texturizada ou lisa;

· Proteger o concreto contra adversidades ambientais, como mudanças de temperatura;

· Diminuir os efeitos de retração do concreto;

· Evitar a perda de água, garantindo mais qualidade à estrutura final.

Verifica-se, portanto, que as formas são essenciais na construção civil para um resultado final de qualidade e uma estrutura mais segura.

Quais os tipos de formas existentes?

A forma deve ser escolhida de acordo com as características da obra e apenas por um profissional qualificado para esse tipo de definição. Cada uma delas apresenta especificidades e vantagens para determinados tipos de empreendimentos.

Formas de madeira

As formas de construção civil de madeira são mais comuns e amplamente usadas em diferentes tipos de empreendimentos, principalmente os mais simples, como casas e sobrados. Elas podem ser de pinho ou placas de compensado, sendo que o construtor deve avaliar qual o modelo mais benéfico para o tipo de construção.

Formas metálicas

As formas metálicas, também chamadas de formas de aço, possuem como benefício a possibilidade de reaproveitamento.

Um outro importante benefício desse modelo é que ele pode ser montado e desmontado com facilidade, o que garante maior facilidade para transporte e reaproveitamento em outras obras.

Formas de alumínio

Um tipo mais moderno de forma são as de alumínio. Como vantagem essa opção é mais leve, o que aumenta a facilidade para transporte, montagem e armazenamento. Elas também podem ser reutilizadas, o que viabiliza o maior custo de produção do produto.

Elas são bastante usadas em obras com repetição de estruturas, como condomínios residenciais e edifícios.

Formas de papelão

Outra opção de forma são as de papelão, apesar de parecer um material menos resistente, ele suporta bem a estrutura de concreto e é usado, principalmente, para estruturas tubulares, como pilares circulares.

Como benefício possuem um custo mais acessível, são fáceis de transportar e instalar e garantem um resultado final adequado quanto ao formato da peça estrutural. Como desvantagem, o material só permite o uso uma única vez.

Formas de plástico

A forma de plástico é outra opção vantajosa para algumas situações, pois permite uma superfície mais lisa, boa estanqueidade de água e formato adequado dos elementos estruturais, principalmente quando esses fugirem dos padrões.

Elas são estruturas resistentes e podem ser reutilizadas várias vezes. No Brasil, um uso comum desse tipo de forma é para construção de lajes nervuradas.

Quais as tecnologias adotadas em formas?

O setor de construção civil está passando por diversas transformações devido à tecnologia, como o uso de impressão 3D, concreto translúcido ou que brilha no escuro, tinta que absorve energia solar, entre outras. A forma de construção também passa por essa inovação.

A forma de alumínio, por exemplo, tem passado por inovações tecnológicas como vigas telescópicas para montagem e nivelamento da laje e painéis de ciclo. A montagem e desmontagem também passam por reformulações, como cantos de união.

Essas inovações em formas permitem menos tempo para conclusão das obras, mais facilidade de gestão do canteiro de obras, redução de custos e um resultado de qualidade, sem necessidade de tratamento da estrutura após a concretagem.

Novas Tecnologias Empregadas na Construção