Quais os tipos de vigas metálicas para usar em sua obra?


17/12/2018 -

As vigas metálicas são estruturas utilizadas em qualquer tipo de obra garantindo a estruturação da mesma, a segurança do projeto e a versatilidade do desenho. Com isso, é preciso conhecer quais tipos podem ser usados e quais as indicações de cada um deles.

O maior uso das vigas metálicas em projetos de construção civil permitiu uma redução do uso de recursos de madeira como caibros, barrotes de assoalho e contra-barrotes, que não proporcionavam a segurança adequada à construção.

A função dessas vigas é a de apoio para construção e na própria composição das estruturas. Elas podem ser de aço galvanizado ou pintado, concreto e até mesmo com suporte misto de madeira e aço. Conheça mais sobre elas a seguir!

Quais os tipos de vigas metálicas?

Na construção civil o uso das vigas metálicas é diverso, beneficiando a viabilidade de projetos, execução, segurança e rapidez na construção. É importante, no entanto, que seja usada a viga adequada para a funcionalidade demandada. Assim, conheça a seguir os principais tipos de vigas e a utilidade de cada uma delas.

Vigas em "I"

As vigas em "I" estão entre as mais usadas na construção. A maior parte delas é fabricada com aço e o molde é no formato da letra I capital, sendo que os elementos horizontais da parte superior e inferior são conhecidos como “flanges para força”.

O uso mais comum das vigas metálicas em I na construção civil é para edifícios comerciais, sendo menos comum a aplicação dessas estruturas no caso de construções residenciais. Elas possuem uma capacidade de carga elevada devido ao formato, o que motiva o uso frequente.

Vigas cantiléver

As vigas metálicas cantiléver, conhecidas também como estrutura em balanço, são aquelas que projetam para o exterior e são suportadas em uma única extremidade. Consiste, exclusivamente, em uma viga de apoio para construções.

Esse tipo de viga é usado na construção, principalmente, de alguns tipos de pontes, sacadas e varandas, pois o peso da estrutura, enquanto ela ainda não se sustenta autonomamente, é distribuído pelas vigas de suporte que estão fixadas à cantiléver.

Vigas mistas

Também é relevante destacar a funcionalidade das vigas mistas, chamadas ainda de “chapa mista". Esse tipo de estrutura é composto por aço e madeira, sendo que o aço é prensado entre duas peças de madeira.

Devido essa estruturação, a viga mista é mais leve do que aquelas compostas apenas por aço ou concreto, mas são resistentes e fortes para suportar estruturas pesadas. A peça de madeira permite que a viga seja pregada na estrutura e não soldada como ocorre com aquelas exclusivamente metálicas.

Normalmente esse recurso é utilizado como uma alternativa mais econômica em relação às vigas metálicas.

Vigas em "T"

As vigas em "T" são estruturas, normalmente, fabricadas em concreto, mas também podem ser compostas por aço, dependendo da necessidade do projeto. O formato é de uma letra T maiúscula, sendo a parte superior horizontal chamada de flange, enquanto que a parte vertical é conhecida como caule.

Diferentemente da viga em I, a em T não possui um flange inferior, fazendo com que ela seja menos resistente para sustentação de cargas mais pesadas. Ainda assim, ela tem diversas aplicações na construção civil, sendo uma opção bastante recorrente nos projetos.

Vigas em “H”

A diferença das vigas metálicas em “H” das em “I” refere-se ao formato das abas. Ainda assim, a estrutura em H é bastante reforçada, sendo indicada principalmente para suporte de cargas pesadas. Ela é composta por abas que também são chamadas de mesas.

Entre as aplicações da viga metálica em H estão os grandes empreendimentos que envolvem pilares e marquises.

Essas vigas podem ser compradas ou alugadas?

As vigas metálicas podem ser compradas ou alugadas, dependendo da aplicação da estrutura no projeto. Por exemplo, quando a viga é usada apenas para suporte da estrutura é possível alugá-la para ser devolvida posteriormente. Entretanto, quando a viga vai compor o projeto permanentemente, ela deve ser comprada.

Como principal benefício do aluguel das vigas metálicas está a redução dos custos da obra e aquisição do tipo de viga mais adequado para o projeto, pois a empresa especializada fornecerá o item como demandado pelo cliente, em bom estado de conservação e pelo prazo necessário.

Os cuidados com as vigas metálicas incluem o cumprimento das normas regulatórias (NR) para o uso dessas estruturas, garantindo segurança no canteiro de obras e manutenção dos equipamentos.

Conhecendo os tipos de vigas metálicas disponíveis é possível utilizar aqueles mais adequados para o projeto, aumentando a eficiência da obra e segurança da construção, além de conhecer a disponibilidade de aluguel desses equipamentos para reduzir os custos da obra.

Quais os tipos de vigas metálicas para usar em sua obra?