escoramento

A utilização do andaime como escoramento é correto?

Muitos acreditam que andaime e escoramento simplesmente representam a mesma coisa, basicamente ambos, são “estruturas elevadas e servem especialmente para o apoio de materiais, bem como a proteção de funcionários”.

No entanto, os andaimes são realmente estruturas específicas que sim, servem para a segurança, acesso e para amparo de trabalhadores e materiais de trabalho. Mas, o escoramento é diferente, possuindo assim as suas particularidades, que serão esclarecidas no conteúdo de hoje!

Além disso, iremos falar um pouco sobre esse tema muito questionável “a utilização de andaime como escoramento”.

O que é Escoramento

Primeiro de tudo, caso você ainda não entenda o que é um andaime, confira o nosso conteúdo “Andaimes – A evolução e novas aplicações na construção metálica”, no qual explicamos tudo sobre esse equipamento.

Assim sendo, vamos prosseguir apresentando a você o que é o escoramento.

Bom, o escoramento é um equipamento também usado para o apoio, porém diferentemente do andaime, o escoramento tem a finalidade de sustentação do peso.

Mas, qual seria esse peso?

Certamente em todas as obras o concreto é um dos materiais mais usados e curiosamente ele demora um tempo considerável para secar.

Acredita-se que o “tempo de cura” do concreto seja de 7 dias, no entanto, dependendo da condição climática, pode levar até 28 dias.

Assim sendo, é fundamental que uma ferramenta como o escoramento esteja durante esse tempo para possibilitar a estabilidade do concreto e consequentemente garantir a moldagem perfeita.

Portanto, sempre se lembre de que os andaimes são direcionados para o apoio de funcionários/materiais e o escoramento para o apoio do peso.

Tipos de escoramento

Deste modo, para simplificar podemos lhe falar que existem dois tipos, o de madeira e o metálico.

Madeira

Normalmente o primeiro exemplo é feito de madeira bruta, que é serrada e estruturada do formato que a empresa precisa.

Dessa maneira, o escoramento de madeira tem um custo benefício baixo, assim como a sua durabilidade e também a segurança.

Aliás, outro ponto que vale ser ressaltado é que com o escoramento de madeira não há a possibilidade de locação, portanto, é disponível somente a compra.

Metálico

Por outro lado, há o tipo metálico que geralmente é o mais usado pelas empresas.

Apesar de possuir um preço mais elevado, esse equipamento chega a ser oito vezes mais eficiente do que a sua versão feita de madeira.

Além disso, o metálico também oferece uma segurança mediana, bem como a possibilidade de compra e locação.

A utilização do andaime como escoramento

Mas a dúvida que a maioria dos donos de construção tem é a seguinte:

Será que é possível usar um andaime como escoramento?

Bom, obviamente essa dúvida é completamente válida, tendo em vista que muitos podem investir na compra de um andaime e pretender usar esse equipamento das duas formas.

E basicamente para ter a resposta desse questionamento é fundamental que você se pergunte o seguinte:

Essa plataforma foi desenvolvida e destinada para qual trabalho?

Ter a resposta em mente é algo que irá facilitar a sua vida e lhe mostrar se tal equipamento pode ser usado como escoramento ou não.

Assim como falamos um pouco sobre os andaimes, esse tipo de ferramenta é usado para apoio de funcionários e materiais, não de peso como o escoramento.

Portanto, é essencial entender que se um andaime não foi desenvolvido para o apoio de peso, ele não deve ser utilizado como escoramento, sendo um exemplo o andaime tubular, um equipamento que não deve ser usado em escoramento.

Certamente isso pode parecer inaceitável no caso de alguém que já investiu em um andaime e precisa comprar outro equipamento como o escoramento.

Todavia, entenda que tudo o que foi citado nesse artigo foi baseado em normas e regras.

Em vista disso, caso você priorize a perfeita moldagem e especialmente a segurança de todos os funcionários em sua construção, infelizmente a utilização do andaime tubular como escoramento não é indicado.

Conclusão

Tratar sobre esse tema sempre é algo complicado, mas caso tenha ficado alguma dúvida, procure saber mais sobre as normas de segurança em trabalho em altura.

Certamente ao analisar essas regras é possível entender que certos equipamentos são designados para atividades específicas e ao ignorar isso você estará abrindo vias para acidentes em sua obra.