segurança

Conheça as regras para construir com segurança

Para realizar uma construção civil, certamente podem-se observar diversos passos fundamentais, no entanto, precisamos lhe informar que a segurança é um dos pontos mais significativos para se aprofundar desde o início.

Isso porque a maior parte dos acidentes que ocorrem como a queda de trabalhadores e materiais, a desorganização, a falha ao utilizar ferramentas e equipamentos, assim como a negligência, são todas consequências da carência da segurança em uma obra.

E é exatamente por esse motivo que existem regras que obviamente precisam ser seguidas para que um indivíduo consiga construir com a total segurança.

Portanto, no post de hoje, decidimos trazer a explicação dessas regras, bem como, algumas características que precisam ser valorizadas em um projeto para que a obra seja realiza com toda a proteção possível.

Segurança com PCMAT

Primeiro de tudo, decidimos tratar acerca do PCMAT, ou O Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção.

Basicamente esse e um programa que tem o objetivo principal de fornecer segurança aos funcionários através da implementação de medidas de controle e técnicas preventivas.

Assim sendo, essa implementação é feita por meio de uma ordem administrativa e também de um planejamento para que principalmente haja uma boa organização.

Dessa forma, os funcionários podem realizar todo o seu serviço em um local que fornece boas condições de trabalho e especialmente, segurança.

Portanto, de acordo com o item da NR 18.3.1 t uma construção com 20 ou mais trabalhadores é obrigada a efetuar o PCMAT para garantir a segurança de todos.

SESMT

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho é outra regra fundamental dentro de uma construção que visa à segurança dos funcionários.

Dessa forma, como podemos notar pelo significado da sigla SESMT, pode-se afirmar que essa é uma equipe de profissionais da saúde como médicos e enfermeiros.

Ainda vale ressaltar que profissionais que complementam essa equipe são os técnicos de segurança do trabalho e engenheiros.

Assim todos esses profissionais ficam na empresa, ou na obra para assegurar a integridade física de cada funcionário, por isso, é fundamental em uma construção que objetiva a segurança.

Segurança com CIPA

A sigla CIPA significa Comissão Interna de Prevenção de Acidentes e é outra considerada essencial para que a sua construção tenha uma boa segurança.

Para simplificar a CIPA tem o objetivo de prevenir qualquer acidente e doença que foram consequência do trabalho.

Assim sendo, segundo a Norma Regulamentadora no 5, essa comissão é obrigatória para as empresas que possuem mais de 50 funcionários.

Aliás, a CIPA deve ser composta por indivíduos que representem os trabalhadores e pelo empregador.

EPI

Outra regra que é necessário ter muita atenção é a de EPI ou de Equipamentos de Proteção Individual.

Basicamente esses equipamentos que são luvas, capacetes, calçados, máscaras, cintos de segurança, protetores auriculares, óculos, abafadores de som e mangotes são essenciais em uma obra que ofereça qualquer tipo de risco físico ou psicológico ao trabalhador.

Desse modo, por mais que esses equipamentos sejam os mais simples e relevantes para a proteção em uma construção, geralmente não recebem a atenção que precisam e com a ausência dos mesmos, acidentes ou problemas futuros podem surgir.

EPC

Por fim, precisamos lembrar que para construir de uma maneira segura é interessante ter o Equipamento de proteção coletiva ou EPC.

Portanto, para simplificar, esses equipamentos são as redes de proteção, os sinalizadores de segurança e também extintores de incêndio.

Além disso, os lava-olhos, chuveiros de segurança, exaustores, kit de primeiros socorros e principalmente os andaimes são também equipamentos para proteção coletiva.

Dessa forma, esses equipamentos que auxiliam grandemente precisam estar presentes em sua obra.

Conclusão

Bom, agora que você conhece as regras PCMAT, SESMT, CIPA, EPI e EPC, certamente pode começar a pensar em investir para finalmente construir com segurança.

É interessante que você sempre tenha em mente que cada regra é indispensável para que o funcionário tenha a proteção adequada e consequentemente a obra seja concluída perfeitamente.