MARESIAS X CONSTRUÇÃO CIVIL

Morar bem pertinho do mar é o sonho de muitos brasileiros. Com os últimos meses de pandemia, esse sonho acabou se intensificando. Tudo isso, porque as pessoas têm buscado mais calma e um clima agradável e saudável. A grande questão é a durabilidade das construções nesses locais, uma vez que são totalmente impactadas pela maresia. Você já sentiu aquele aroma característico que se desprende do mar ou observou aquela névoa. Uma névoa fina, úmida e salgada que paira sobre as cidades litorâneas e destrói carros, móveis e até imóveis. A maresia corresponde ao fenômeno de corrosão acelerado pela presença de sais em microgotículas (spray) de água do mar, explica Marcos Raggazzi, professor de Química do Colégio e Pré-vestibular Bernoulli, de Belo Horizonte – em entrevista para o portal Terra.  Basicamente a maresia é uma ação oxidante da água do mar em razão das substâncias nela dissolvidas.

http://www.bubblemania.fr/en/harry-gessner-1925-architecte-visionnaire-malibu-ca/

Inclusive, o alcance da maresia varia muito de acordo com o local. Geralmente, é calculado com um raio de 5 km de distância do mar, mas é necessário realizar um estudo, uma vez que a movimentação das gotículas contaminadas variam conforme características locais, como topografia e parâmetros meteorológicos, em destaque a direção e a velocidade dos ventos.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS PROBLEMAS CAUSADOS PELA AÇÃO DA MARESIA NAS EDIFICAÇÕES E COMO PREVENIR:

  • Rachaduras no concreto e revestimentos externos, podendo ocasionar até a queda do reboco em casos mais críticos.
  • Desgaste de pintura e solo
  • Corrosão da estrutura metálica interna do concreto e também de grades e portões.
  • Infiltrações de água da chuva no concreto causadas pelas rachaduras.
  • Surgimento e proliferação de fungos e bolores devido à umidade aliada à alta temperatura, que deterioram as fachadas.
  • Agressão a área elétrica. 

Embora seja impossível evitar completamente a ferrugem e a corrosão no metal, você pode tomar medidas para reduzir o impacto, principalmente nas estruturas metálicas. Algumas dicas incluem:

  • Use fixadores galvanizados que não corroam. Os fechos de aço possuem um revestimento especial que os protege da maresia. Portanto, é provável que durem mais tempo sem enferrujar.
  • Use um acabamento metálico especializado, projetado para área com altos níveis de maresia. Uma simples camada de revestimento pode preservar a integridade de sua estrutura.
  • O “ar salgado” é extremamente destrutivo. No entanto, você pode proteger o edifício ou a estrutura da corrosão usando os materiais certos que os protegem como se fosse um selante.
  • Para proteger contra a corrosão em áreas costeiras, considere o uso de fixadores de aço inoxidável. O aço inoxidável é o metal mais resistente à corrosão disponível e o grau que você usa depende da exposição que sua estrutura terá ao ambiente. Além disso, evite juntar aço inoxidável com metais diferentes, especialmente aqueles com alto potencial galvânico, porque promove corrosão.

Com todos esses cuidados, além da garantia estética, o projeto oferecerá muito mais segurança e durabilidade. Desenvolver seu projeto civil em uma região litorânea, exige diversas especificações que podem ser desenvolvidas no resultado final.

E aí, gostou das dicas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas redes sociais

Conheça a
Pashal

Com mais de 30 anos de experiência a Pashal é referência para diversas áreas de atuação. Saiba mais no botão abaixo