Trabalho em altura

O dever de empregadores e funcionários no Trabalho em altura

O dever de empregadores e funcionários no Trabalho em altura

É sempre interessante destacar que a norma regulamentadora 35 ou mais conhecida como Trabalho em altura precisa ser seguida em uma obra que os trabalhadores estão a 2 metros acima da base principal.

Isso ocorre pelo simples fato de que essa norma foi criada principalmente para garantir a segurança de todos em uma construção civil.

No entanto, será que todos os indivíduos envolvidos em uma obra, contando com os empregadores e também com os funcionários sabem como essa norma funciona?

Certamente em muitos casos a maioria não sabe o que pode infelizmente causar acidentes terríveis em um trabalho em altura.

Dessa forma, para entender de fato os seus encargos como empregador ou trabalhador de uma obra, prossiga a leitura e entenda essa norma de uma maneira mais simplificada.

Qual o dever dos empregadores no Trabalho em altura?

Primeiro de tudo, devemos esclarecer qual o dever do empregador em uma construção civil de acordo com a norma regulamentadora 35, portanto, vamos lá:

  • Implementar todas as medidas de proteção contidas na Norma 35;
  • Realizar a Análise de Risco – AR, bem como, a Permissão de Trabalho – PT, caso seja necessário;
  • Aperfeiçoar as atividades rotineiras de trabalho com o desenvolvimento de um sistema funcional;
  • Realizar avaliações precedentes em relação às condições de trabalho em altura;
  • Acompanhar o cumprimento da Norma 35;
  • Fornecer informações aos funcionários com relação aos riscos;
  • Permitir que o trabalho seja iniciado somente quando tudo estiver seguro de acordo com a Norma 35;
  • Ter uma regulamentação de consentimento dos funcionários para efetuar o trabalho em altura;
  • Garantir que todo trabalho seja realizado perante a vigilância;
  • Certificar-se do arquivamento de toda a documentação da obra.

Assim sendo, de uma forma mais simples, essas são as características que o empregador precisa levar em consideração para que ele venha realizar um trabalho  seguramente.

A capacitação e o treinamento

Bom, mas antes de lhe falar o dever de cada funcionário, decidimos trazer a capacitação e o treinamento que também é um encargo do empregador.

Sendo assim, segunda a norma regulamentadora 35 o empregador deve proporcionar ao seu funcionário algum tipo de programa de capacitação para que ele se torne adequado para realizar o trabalho em altura.

Basicamente o funcionário capacitado é aquele que foi aprovado no treinamento teórico e especialmente prático, com carga mínima de oito horas e que engloba o seguinte:

  • Regulamentos apropriados para o trabalho em altura;
  • Avaliação dos riscos e condições impeditivas;
  • Possíveis riscos e medidas de prevenção;
  • Sistemas, equipamentos e procedimentos de EPCs;
  • EPIs para trabalho em altura;
  • Acidentes típicos de trabalhos em altura;
  • Noções técnicas de resgate e principalmente primeiros socorros;

Aliás, quem deve fazer o treinamento?

  • Indivíduos que sofreram com mudanças nas suas condições de trabalho;
  • Pessoas que visivelmente necessitam de um novo treinamento;
  • Indivíduos que estão voltando ao trabalho em altura após a ausência de um período superior a noventa dias;
  • Pessoas que mudaram de empresa.

Qual o dever dos funcionários no Trabalho em altura?

E bem como há encargo para o empregador, existem também as responsabilidades dos funcionários em uma obra em altura, conheça todas a seguir:

  • Cumprir com todas as suas obrigações legais em relação ao seu trabalho;
  • Apoiar o empregador na implementação dos requisitos contidos na Norma 35;
  • Ao notar qualquer tipo de risco, interromper a obra que está em andamento;
  • Proteger sua própria saúde, bem como, a saúde de seus colegas de trabalho;

Portanto, simplificando essas são as principais obrigações de um funcionário de um trabalho em altura.

Conclusão

Certamente há mais questões e esclarecimentos quando falamos a respeito da norma de trabalho em altura, no entanto, hoje decidimos focar mais no dever de empregador e funcionário segundo essa norma.

Assim sendo, como esse é um regulamento extenso, provavelmente iremos trazer mais conteúdos para explica-lo a você e assim trazer um artigo compreensível e breve.