Segurança do Trabalho

Segurança do trabalho – Riscos e prevenções com andaimes

Infelizmente devido à falta de prudência e Segurança do trabalho em uma construção civil, fatalidades como a perda de membros, doenças causadas pelo serviço realizado ou até mesmo a morte podem ser consequências da insegurança.

No entanto, vale sempre ressaltar que caso os empregadores estejam inteirados acerca dos riscos, prevenções podem surgir e tornar a possibilidade de acidentes quase nula.

Dessa forma, hoje decidimos trazer um tema extremamente relevante para tratar sobre os principais ricos e prevenções no uso de andaimes.

Por que a Segurança do Trabalho é tão relevante na construção civil?

Engana-se o indivíduo que pensa que um acidente de trabalho afeta somente o funcionário envolvido.

Além de abater o padrão de vida e a rotina da família, esse imprevisto também atinge a empresa que tem o dever de disponibilizar todo o amparo ao funcionário, bem como, os gastos em relação ao tempo e dinheiro da obra que aumentam.

Aliás, a sociedade no geral é afetada em virtude do aumento de dependentes da Previdência Social.

Por isso, é muito importante que na construção civil tenha a preocupação com a Segurança do trabalho porque assim os acidentes são evitados.

Quais são os riscos e as prevenções no uso de andaimes

Mas já que estamos aqui para lhe falar os principais riscos e suas prevenções, vamos ao tema:

Queda de materiais

Lamentavelmente algo que parece não causar acidentes sérios é muito comum nos dias atuais, a queda de materiais e ferramentas de trabalho.

Para os indivíduos que trabalham com construção, todos sabem bem que em um andaime algumas ferramentas ficam ao lado do funcionário para que o trabalho seja eficiente.

No entanto, por mais que um equipamento leve caia de um local muito alto, consequentemente ele obtém velocidade na queda e gera um impacto enorme.

Portanto, é o dever de todos que trabalham ou visitam a obra utilizar um capacete para proteção.

Falta de planejamento e treinamento da Segurança do Trabalho

Outros dois fatores que ocasionam fatalidades em uma construção civil são a ausência de planejamento e treinamento da equipe.

Em relação ao treinamento dos funcionários, de acordo com a NR 35, todos que passaram por mudanças na situação de trabalho, precisam de um novo treino, estão voltando depois de um grande período de ausência e mudaram de empresa necessitam de preparação para voltar a trabalhar em altura.

E certamente para estruturar o treino da equipe o planejamento é fundamental.

Portanto, tenha um planejamento sólido tanto da obra e o local que será realizada quanto do treinamento teórico e prático dos trabalhadores.

Excesso de trabalho e situação climática

Outros dois perigos do trabalho em altura são o excesso de trabalho e a situação climática.

Em muitos casos os empregadores tem um prazo final para o término da obra, no entanto, principalmente as mudanças de clima, incluindo as chuvas, afetam a construção.

Como consequência os funcionários se arriscam e trabalham excessivamente para que o término da obra seja efetuado no dia indicado inicialmente.

Portanto, é fundamental entender que essas ações também são grandes responsáveis por acidentes e que o atraso da obra em dois dias ou duas semanas será melhor do que uma fatalidade.

Falta de Segurança do Trabalho e utilização dos equipamentos de maneira incorreta

Por fim, um ponto que vale ser ressaltado é o uso de ferramentas de forma incorreta.

Normalmente os empregadores exigem que os funcionários usem os EPCs e EPIs para o trabalho em altura, no entanto, não examinam diariamente se o trabalhador utiliza tal equipamento corretamente.

É sempre interessante se lembrar de que não é pelo simples fato do equipamento ser disponibilizado pela empresa que o trabalhador irá utilizá-lo todos os momentos da obra ou se ele irá usar adequadamente.

Assim sendo, esteja examinando para ver se os funcionários usam corretamente os equipamentos para disponibilizar a segurança do trabalho em altura.

Conclusão

Bom, é interessante destacar que a Legislação de Segurança do Trabalho brasileira é controlada através das Normas Regulamentadoras, as leis complementares e também as convenções internacionais como o (OIT).

Dessa maneira, além de conhecer os riscos e aplicar estratégias para prevenir qualquer tipo de acidente em uma obra, é fundamental que você, empregador, esteja informado de todas as normas criadas para proporcionar Segurança no Trabalho.

Assim será possível completar toda a sua construção com a utilização de andaimes de uma forma segura.